Gestão do projeto escolar e a relação com as familias

R$52,00

Assim que o site confirmar o pagamento, será enviado no e-mail cadastrado o link para download do arquivo

Descrição

Gestão do projeto educativo Pedagogia 
TEMA: Gestão do projeto escolar e a relação com as familias 
Curso: Pedagogia

POSSUI UM TOTAL DE 17 PÁGINAS

1. APRESENTAÇÃO
O objetivo da disciplina de Gestão do Projeto Educativo é proporcionar, para
você, reflexões e investigações, as quais terão como resultado a produção de um
projeto. O presente manual oferece orientações aos acadêmicos do curso de Pedagogia
sobre a elaboração projeto, cuja finalidade é proporcionar uma reflexão que possa unir
os saberes do aluno às contribuições da ciência, para promover o seu desenvolvimento
intelectual e o aprofundamento dos conteúdos aliados às vivências, realizadas durante
o curso, vinculadas às inovações que encontramos na atualidade.
Desse modo, busca-se contribuir com o pensamento acadêmico e a realidade
estudada. Para isso, propõe-se aos alunos a elaboração de um projeto direcionado para
o contexto escolar e contexto não escolar.
Diante de sua importância para a formação docente, entende-se que o projeto é
condição para que o aluno receba o diploma de conclusão de curso. Nesse sentido, é
avaliado por um tutor a distância, que atribui uma pontuação de acordo com os critérios
de avaliação estabelecidos.
É importante reforçar que o trabalho se constituirá de uma elaboração teórica
que não precisará ser, efetivamente, aplicada,seja em contexto escolar ou contexto não
escolar.

2. CARACTERIZAÇÃO DO PROJETO
Na perspectiva de Vasconcellos (2002, p. 97), o projeto que deverá ser
produzido por você transcende a noção de um mero “plano”, possuindo um “significado
mais vivo, dinâmico e potencialmente mobilizador”. Trata-se, segundo o autor, de um
conceito que remete a um “processo de reflexão, de construção das representações e
da colocação em prática”, o que evidencia a sua relação direta com a atuação docente.
A qualidade de um projeto, característica que leva à sua efetividade, está
atrelada à sua articulação “à realidade dos educandos, à essência significativa da área
do saber, aos outros educadores (trabalho interdisciplinar) e à realidade social mais
geral” (VASCONCELLOS, 2002, p. 103). Dessa forma, elaborar um projeto na disciplina
de Gestão do Projeto Educativo vai muito além da mera seleção de conteúdos e redação

de planos de aula; a elaboração de um projeto envolve todo um processo de construção
do conhecimento, pautado em uma série de variáveis para as quais se deve atentar,
sintetizadas, conforme Vasconcellos (2002), em três dimensões:

 análise da realidade;
 projeção de finalidades;
 formas de mediação.
Em síntese, por meio da organização deste projeto, você deverá: analisar as
contribuições das metodologias ativas no processo de gestão dos processos educativos;
compreender determinado contexto de atuação pedagógica (comunidade, escola,
alunos); delimitar o alcance das ações previstas em sua execução (objetivos, metas,
resultados esperados) e definir os procedimentos necessários e adequados ao seu
desenvolvimento (metodologias, recursos).
A partir dessas premissas, para a elaboração de seu projeto, o acadêmico deve
considerar os seguintes elementos:

 Introdução (Apresentação do Tema);
 Objetivos;
 Problematização;
 Referencial Teórico;
 Método;
 Cronograma;
 Recursos;
 Avaliação;
 Referências.
Os livros das diversas disciplinas cursadas na graduação são uma fonte
importante de informação. Os conteúdos estudados nesses componentes curriculares
ajudarão na escolha e interligação dos temas que podem ser contemplados no projeto.

2.1 TEMA

Um tema, segundo Marconi e Lakatos (2003, p. 44), é um “assunto que se deseja
provar ou desenvolver” construindo uma ideia inovadora sobre o que está sendo
estudado. A escolha de um tema está balizada, frequentemente, por fatores internos
(afinidade pessoal, compatibilidade com a área) ou externos (tempo, acesso a materiais
etc.) (MARCONI; LAKATOS, 2003).
O tema do Projeto deve ser direcionado para a atuação do pedagogo,
contemplando as principais questões que perpassam o processo de ensino e
aprendizagem. Deve ser uma proposta de educação que pretende uma aprendizagem
mais ativa e participativa dos alunos.
Você deverá construir uma proposta que desenvolva as habilidades e
competências propiciadas a partir da utilização de metodologias ativas, as quais são
desenvolvidas pelo pedagogo e que possibilite o domínio pedagógico do conteúdo e ou
a gestão escolar que trabalha com a organização e acompanhamento dos processos da
educação em espaços formais e não formais.
É importante que o projeto se efetive como um instrumento para a construção
de novos conhecimentos, no intuito de formar indivíduos com uma visão mais global da
realidade.
O enfoque deverá apresentar coerência com a habilitação que o seu curso
proporciona, tendo como referência os estudos realizados no seu percurso.
Ao selecionar o tema, é importante atentar para questões como:

Os pontos acima, se bem refletidos, irão direcionar a elaboração do seu projeto.
Sabe por quê? Muitas vezes, temos uma ideia interessante, mas não é possível de ser
estudada no contexto educacional devido à complexidade da temática ou, até
conseguimos desenvolver em sala de aula, mas não encontramos materiais necessários
para a leitura sobre o assunto e fica um projeto sem fundamentação teórica e os limites
não ficam bem delineados, muitas vezes, confuso, até mesmo para o próprio professor.
Por isso, a necessidade de levar em consideração essas observações, para desenvolver
seu projeto.
Para refletir sobre a escolha do tema, é necessário considerar os seguintes
aspectos:

Vale ressaltar que você deverá escolher uma destas linhas para a construção
do seu Projeto Educativo. Após a seleção de uma das linhas, você deverá escolher um
tema que apresente coerência com os estudos realizados no curso e o trabalho
desenvolvido nas linhas: docência (Educação Infantil ou anos iniciais do Ensino
Fundamental) ou gestão (em contexto escolar ou em contexto não escolar).

           COMO SELECIONAR O TEMA?

O Projeto deve ser identificado por um tema, que precisa ser bem definido,
observando os objetivos que pretende alcançar, os quais devem estar alinhados à
utilização das metodologias ativas. Sendo assim, o processo deve acontecer da seguinte
forma:

2.2 OBJETIVOS
Toda pesquisa deve ter um objetivo determinado para saber o que se vai procurar
e o que se pretende alcançar, possibilitando o aumento dos conhecimentos sobre
determinado assunto (MARCONI; LAKATOS, 2003, p. 156).
Nesta etapa, você deve especificar qual o propósito, aquilo que almeja com o
estudo do tema e o que pretende alcançar ao propor esse Projeto para o contexto
escolar e contexto não escolar.

2.3 PROBLEMATIZAÇÃO
A problematização inicia-se a partir da observação das situações do cotidiano
escolar e de estudos já realizados, verificando-se dificuldades, questões conflitantes,
possibilidade de aprimoramento e outros fatores que podem delimitar um tópico de
estudo e gerar uma pergunta.
A noção de “problema” está atrelada a “uma dificuldade, teórica ou prática, no
conhecimento de alguma coisa de real importância, para a qual se deve encontrar uma
solução” (MARCONI; LAKATOS, 2003, p. 159).
Formular o problema consiste em dizer, de maneira explícita, clara,
compreensível e operacional, qual a dificuldade encontrada e que se pretende resolver,
limitando o seu campo e apresentando suas características (MARCONI; LAKATOS, 2003,
p. 127). Para desenvolver este item, reflita e discorra: como o tema selecionado pode
ser trabalhado para superar uma dificuldade ou situação identificada em contexto
escolar ou contexto não escolar?
Dessa forma, para organizar este item, você deve, primeiramente, apresentar o
contexto observado, situar a dificuldade identificada e, por fim, apresentar reflexões
capazes de delinear o campo teórico dentro do qual serão buscadas soluções para o
problema motivador do projeto.

2.4 REFERENCIAL TEÓRICO

Para Marconi e Lakatos (2003, p. 225), “pesquisa alguma parte da estaca zero”,
assim como qualquer ação pedagógica sempre estará baseada em algum conhecimento
precedente.
A revisão bibliográfica é importante, pois fundamenta seu Projeto teoricamente e
favorece a definição de contornos mais precisos da problemática a ser estudada. Neste
item, você deve apresentar as principais teorias que se relacionam com seu Projeto.
Cabe à revisão bibliográfica a definição de termos e de conceitos essenciais para o
trabalho, relatar o que se diz sobre o objeto na atualidade, qual o enfoque que está
recebendo hoje, quais lacunas que ainda existem etc. Vale ressaltar que “a ciência lida
com conceitos”, e os “conceitos podem ter significados diferentes de acordo com o

quadro de referência ou a ciência que os emprega” (MARCONI; LAKATOS, 2003, p. 225),
daí a necessidade deste item.
Nesta parte, você deverá discutir/analisar as ideias de autores diferentes que
subsidiem o tema que escolheu. Ou seja, você deverá pesquisar artigos, livros, dentre
outros materiais que tratam do tema escolhido. Não é recomendado o uso de livros
didáticos.
Assim, para a elaboração da revisão bibliográfica, você deverá seguir os seus
passos:
1° PASSO: Ler o artigo denominado “Metodologias ativas para uma aprendizagem
mais profunda” de José Moran (TEXTO 1). Independentemente do tema que você
escolher, você deverá construir um projeto a partir de uma das metodologias ativas,
sendo assim, é preciso que você aprofunde esse tema e esse texto te auxiliará.
2° PASSO: Realizar a leitura dos seguintes artigos, conforme a linha de pesquisa
adotada por você
DOCÊNCIA
Ler os artigos denominados “Metodologia ativa do ensino da matemática na
educação infantil” de Bruna Linhares, Iorlete Lima Ferreira e Luciana Salazar dos Reis
(TEXTO 2) e “Metodologias ativas de aprendizagem: construção do conhecimento” de
Rosimary Batista da Silva e Luciene Lima de Assis Pires (TEXTO 3).
GESTÃO
Ler o artigo denominado “Metodologias ativas de ensino e aprendizagem: uma
experiência com docentes da educação básica” de Antônio Eustáquio Ferreira (TEXTO
4).
3° PASSO: Com base na leitura dos textos, construa um texto entre cinco a sete
páginas que aborde a seguinte reflexão:

Atenção: Seu texto NÃO precisa abordar as duas linhas, mas apenas a que você escolheu
para realizar o seu projeto. Os textos indicados são leituras essenciais, mas você poderá
selecionar outros artigos para complementar.

2.5 MÉTODO

O método refere-se ao caminho traçado para que os objetivos propostos sejam
atingidos. Segundo Trujillo (1974, p. 24), método é a “forma de proceder ao longo de
um caminho. Na ciência os métodos constituem os instrumentos básicos que ordenam
de início o pensamento em sistemas, traçam de modo ordenado a forma de proceder
do cientista ao longo de um percurso para alcançar um objetivo”. Ainda, conforme
Kaplan e Grawitz (1975, p. 18), “A característica distintiva do método é a de ajudar a
compreender, no sentido mais amplo, não os resultados da investigação científica, mas
o próprio processo de investigação”.
Richardson (2012, p. 22) explica que:

método é o caminho ou a maneira para chegar a determinado fim ou
objetivo, distinguindo-se assim, do conceito de metodologia, que
deriva do grego méthodos(caminho para chegar a um objetivo) + logos
(conhecimento). Assim, a metodologia são os procedimentos e regras
utilizadas por determinado método. Por exemplo, o método científico
é o caminho da ciência para chegar a um objetivo. A metodologia são
as regras estabelecidas para o método científico, por exemplo: a
necessidade de observar, a necessidade de formular hipóteses, a
elaboração de instrumentos etc.

Visando uma reflexão sobre os temas atuais que envolvem o trabalho do
pedagogo, você deverá selecionar uma metodologia ativa para a construção do seu
projeto.
As metodologias ativas estão articuladas com o uso das tecnologias e a inovação
na educação. Nesse sentido, partimos da relevância da tecnologia em decorrência das
novas formas de viver, na reorganização dos processos pedagógicos e na relação aluno
/aluno e professor/aluno, interferindo, assim, nos processos de ensino e de
aprendizagem. Frente a este cenário, cabe atentar para o que indicam Silva, Sampaio
Lima e Bandeira Andriola (2016, p. 90 apud PEREIRA; SILVA, 2018, p. 64), pois segundo

Gestão do Projeto Educativo Pedagogia

eles “[…] os futuros professores devem ser preparados para enfrentar os desafios atuais
de uma sociedade em constante mudança.”
Diante desse cenário de mudanças, surge a ideia de que o aluno possa atuar
como protagonista de seu conhecimento e, que o professor seja um mediador desse
processo. Para isso, indica-se como uma das possibilidades o uso de metodologias
ativas, por favorecerem a formação de um aluno mais livre, emancipado, autônomo e
cooperativo, ou seja, protagonista do seu processo de aprender, não sendo aquele
sujeito apenas informado de conteúdos propostos por ementas curriculares. Nota-se,
então, que “As metodologias ativas são pontos de partida para avançar para processos
mais avançados de reflexão, de integração cognitiva, de generalização, de reelaboração
de novas práticas” (MORÁN, 2015, p. 04).
As metodologias ativas, segundo Morán (2015), partem da ideia de que não
basta apenas o aluno ler sobre o tema, mas é necessário experimentar e vivenciar, sendo
assim, as propostas de metodologias devem, necessariamente, estar relacionadas aos
objetivos pretendidos.
Para Morán (2015), a criação de desafios, atividades e jogos relacionados às
competências são fundamentais para o sucesso na aprendizagem. Materiais e métodos
alicerçados em desafios, atividades, histórias, jogos que mobilizam os alunos, em cada
etapa, permitindo aprendizagem colaborativa e/ou individualizada, recrutando
tecnologias adequadas (e possíveis) em cada momento são essenciais para o sucesso da
aprendizagem. Neste sentido, o papel do professor caracteriza-se como mediador e
incentivador ao contrário do que se via alguns anos atrás, em que o professor explicava
e os alunos, por sua vez, eram os receptores.
A partir desse contexto, você deverá escolher uma metodologia ativa para a
construção do seu projeto. Destacamos que ela deve ser pertinente ao tema que você
selecionou e ter condições de atender os seus objetivos. Segue abaixo algumas
metodologias, reflita e escolha uma para compor seu projeto:

APRENDIZAGEM BASEADA EM PROJETOS

Do inglês project-based learning (PBL), faz com que os alunos construam seus saberes
de forma colaborativa, por meio da solução de desafios. Assim, o estudante precisa
se esforçar para criar, explorar e testar as hipóteses a partir de sua própria vivência.
O professor pode incluir tecnologias como vídeos ou fóruns digitais, além de propor
atividades que envolvam elementos físicos, bem como cartazes e maquetes.
Parte-se da ideia de permitir que o estudante busque o saber por si mesmo por meio
da presenta do professor como mediador e orientador, dando feedbacks e mostrando
erros e acertos ao longo do processo.

 

 

SALA DE AULA INVERTIDA

A sala de aula invertida, também chamada de flipped classroom, é derivada do ensino
híbrido. Seu diferencial reside no uso da tecnologia – especialmente a internet –, pois
mistura a experiência digital e de sala de aula, potencializando o aprendizado.
Trata-se de uma pré-aula que pode ser um vídeo, um texto ou outro material, o qual
o aluno estuda por conta própria para, então, na aula, o professor poder conduzir a
aula em continuidade com o que fora estudado.

 

APRENDIZAGEM BASEADA EM PROBLEMAS

É focada na parte teórica da resolução de casos. O método promove a
interdisciplinaridade, um dos focos centrais da Base Nacional Comum Curricular
(BNCC).
Propõe-se a construção de conhecimento por meio de debates e júris, discutindo em
grupo um problema. Na prática, o aluno estuda um determinado assunto antes da
aula. Depois, traz suas dúvidas e dificuldades para o encontro com o professor e os
colegas, debatendo sobre sua interpretação.

 

GAMIFICAÇÃO

É o uso de elementos como jogos e desafios em situações de sala de aula. Utilizada,
principalmente, para gerar maior engajamento, motivar a ação, promover a
aprendizagem ou resolver problemas de modo criativo. Dessa forma, o professor
gamifica aspectos normais de sala de aula por meio de desafios individuais ou em
grupo, promovendo maior engajamento em sala de aula.

Após a escolha da metodologia ativa, você deverá descrever todo o percurso
para a realização da sua proposta. Nesse sentido, o tema e a metodologia deverão estar
articulados. Vamos pensar em um exemplo:
Supomos que você tenha escolhido a linha da “docência” e o tema sobre “o
ensino da matemática no 1o ano do ensino fundamental”. Para atender seu objetivo,
que é “construir práticas dinâmicas no aprendizado da operação matemática de adição”,
você pretende propor uma atividade de “gamificação”. Neste item, você deverá
apresentar o passo a passo, desde a seleção do conteúdo até o modo como a atividade
será apresentada aos alunos.

2.6 CRONOGRAMA DO PROJETO

O tempo previsto para a execução do projeto se relaciona diretamente aos
objetivos propostos, no entanto, não deve ser muito longo, pois pode causar
desinteresse. Dessa forma, ao prever o tempo para a realização do projeto, organize um
cronograma para realizar cada atividade prevista na metodologia, o que pode ser feito
desta forma:

2.7 RECURSOS E MATERIAIS

Prever a necessidade de recursos humanos e materiais proporciona a
organização do trabalho e o encaminhamento do estudo e da investigação,
enriquecendo o projeto na sua totalidade. Nesta parte do trabalho, você deve elencar
os recursos necessários para a execução do Projeto.

2.7 AVALIAÇÃO

Avaliar um projeto é ter em mente os objetivos traçados inicialmente e verificar
se eles foram atingidos (NOGUEIRA, 2008, p.70). Neste item, será necessário descrever
como ocorrerá a avaliação, indicando de forma clara os procedimentos e os seus
respectivos critérios.

2.8 REFERÊNCIAS

Listagem das fontes teóricas citadas ao longo das seções do projeto de pesquisa
(livros, revistas, sites, jornais, vídeos, entrevistas etc.). A listagem deve ser apresentada
em ordem alfabética, obedecendo às normas da Associação Brasileira de Normas
Técnicas (ABNT). Citar apenas as referências utilizadas.