Portfólio A Importância da Radiologia na identificação e treinamento da COVID-19

R$30,00

Assim que o site confirmar o pagamento, será enviado no e-mail cadastrado o link para download do arquivo

Descrição

Portfólio A Importância da Radiologia para o combate do COVID-19 – Semestre 1°

Curso: Tecnologia em Radiologia

Disciplinas: • Biossegurança
• Ciências Moleculares e Celulares
• Formação Integral em Saúde
• Responsabilidade Social e Ambiental
• Saúde Coletiva
• Sociedade Brasileira e Cidadania


POSSUI UM TOTAL DE 12 PÁGINAS

A proposta da Produção Textual Interdisciplinar Individual

(PTI) terá como temática: “A importância da radiologia na identificação e tratamento da COVID- 19”. Esta temática possibilita a aprendizagem interdisciplinar, considerando as diversas disciplinas do semestre, com o objetivo de desenvolver ações referente à área de atuação.

Situação Geradora de Aprendizagem (SGA)

Em dezembro de 2019, um conjunto de casos de pneumonia causada por um coronavírus
recém-identificado foi anunciado em Wuhan, província de Hubei, na República Popular da China.
Rapidamente, instalou-se uma epidemia de infecção aguda do trato respiratório, tendo a OMS
nomeado oficialmente como doença pelo coronavírus 2019 (Covid-19), e o novo coronavírus como o
vírus da síndrome respiratória aguda grave do coronavírus 2 (Sars-CoV-2). Tratava-se de uma nova
cepa (tipo) de coronavírus que não havia sido identificada antes em seres humanos.
Em 11 de março de 2020, Tedros Adhanom, diretor geral da Organização Mundial de Saúde
(OMS), declarou que a organização elevou o estado da contaminação à pandemia de Covid-19. Os
impactos gerados pelo atual cenário são críticos, gerando mais de 4 milhões de mortes até o
momento. Diante desse cenário, atuação de profissionais capacitados no diagnóstico preciso visando
o tratamento da doença é fundamental.
Entre esses profissionais, destacam-se os radiologistas, categoria a qual vem se mostrando
umas das áreas mais importante no acompanhamento médico das alterações ocorridas nos pulmões

devido a Covid-19, pois através das imagens de tomografia, o médico consegue identificar o local
exato da lesão, podendo definir qual a região e o quanto este pulmão já está acometido, facilitando
o acompanhamento da evolução da doença.
A tomografia computadorizada é uma modalidade da área da radiologia que estuda as
estruturas do corpo através de imagens em “fatias”, muito finas, onde o médico consegue verificar
lesões de tamanhos milimétricos através de padrões de imagens, ou seja, tons de cinza. Os achados
tomográficos da infecção pulmonar pelo SARS-CoV-2 são caracterizados por opacidades com
atenuação em vidro fosco e consolidações, de distribuição bilateral.
O equipamento usado para a obtenção dessas imagens, utiliza radiação ionizante (raios X),
desta forma, o profissional deve realizar um exame seguro e com orientações ao paciente que estará
sendo avaliado. Dessa forma, a gravidade do cenário atual, aliada à relevância da radiologia no
diagnóstico e tratamento da COVID-19, tornam a adoção de medidas de biossegurança nas áreas
onde são realizados os exames, imprescindíveis para limitar a transmissão do vírus e proteger os
profissionais.
Diante do exposto, os profissionais da radiologia têm se mostrado essenciais para combater
essa pandemia, pois estão de frente de um quadro de grande necessidade de avaliação correta, ou
seja, seus laudos devem ser precisos. Dessa forma, o profissional da radiologia deve ser considerado
um membro de suma importância na equipe multiprofissional no atendimento aos pacientes com
Covid-19.

TAREFAS

Diante das informações apresentadas na SGA e dos conceitos discutidos nas disciplinas, reflita
e responda sobre as tarefas propostas.

TAREFA 1 – Biossegurança
O conceito de biossegurança é associado a um conjunto de ações destinadas a prevenir,
controlar, mitigar ou eliminar riscos inerentes às atividades que possam interferir ou comprometer
a qualidade de vida, a saúde humana e o meio ambiente. No intuito de auxiliar estas ações, existem

normas para diferentes setores e, uma destas normas é a NN 3.01 que traz as diretrizes básicas de
proteção radiológica. De forma geral, essa norma estabelece os requisitos básicos de proteção
radiológica das pessoas em relação à exposição à radiação ionizante, especifica os requisitos que se
aplicam às exposições ocupacionais, exposições médicas e exposições do público, em situações de
exposições normais ou exposições potenciais.
De acordo com essa Norma:
A) Discorra sobre doses;
B) Qual(is) os limites de doses anuais ao indivíduo ocupacionalmente exposto?

LEITURA SUGERIDA
COMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR. CNEN NN 3.1: Diretrizes básicas da proteção
radiológica. Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação: Resolução 164/14, 2014. Disponível em
https://www.gov.br/cnen/pt-br/acesso-rapido/normas/grupo-3/grupo3-nrm301.pdf. Acesso em 21
jul. 2021.
COMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR. CNEN NE 3.02: Serviços de radioproteção. Ministério
da Ciência, Tecnologia e Inovação: Resolução 231/18, 2018. Disponível em
https://www.gov.br/cnen/pt-br/acesso-rapido/normas/grupo-3/grupo3-nrm302.pdf. Acesso em 21
jul. 2021.

TAREFA 2 – Ciências Moleculares e Celulares
Diante do grande desafio que enfrentamos atualmente devido a pandemia de COVID-19 e a
importância dos profissionais em radiologia no tratamento dessa doença, discorra sobre os seguintes
pontos indicados na sequência:
A) Quais são as principais características gerais dos vírus:
B) Quais são as principais características do vírus causador da COVID-19:

LEITURA SUGERIDA:

MINISTERIO DA SAUDE. Vírus. Disponível em:

http://www.cp2.g12.br/blog/humaitaii/files/2020/04/2a.-se%CC%81rie-vi%CC%81rus-e-covid-
19.pdf. Acesso em 21/07/2021.

UZUNIAN, A. Coronavírus SARS-CoV-2 e Covid-19. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina
Laboratorial. V. 56, 2020. Disponível em:
https://www.scielo.br/j/jbpml/a/Hj6QN7mmmKC4Q9SNNt7xRhf/?lang=pt. Acesso em 20/07/2021.

TAREFA 3 – Formação Integral em Saúde
Em 22 de abril de 2020, o Conselho Nacional de Saúde (CNS) recomendou que o princípio da
fila única fosse utilizado durante o enfrentamento da pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19) em
relação aos leitos de UTI. Dessa forma, todos os indivíduos com Covid-19, que tivessem ou não plano
de Saúde, passaram a ser atendidos com a mesma prioridade, utilizando como critério de prioridade,
apenas a gravidade da doença. Essa recomendação foi emitida pela Comissão Intersetorial de Saúde
Suplementar, do CNS, espaço responsável por reiterar os princípios do SUS e do controle social no
âmbito da rede privada de Saúde. Dessa forma, com base nas informações apresentadas, e de acordo
com seus conhecimentos, responda:
Quais princípios doutrinários do SUS foram atendidos com a recomendação da fila única emitida pela
Comissão Intersetorial de Saúde Suplementar do CNS? Como você justificaria a sua resposta?

LEITURA SUGERIDA:
CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE. Ministério da Saúde. Leitos de UTI da rede privada devem
obedecer fila única do SUS frente à pandemia, recomenda CNS. Brasília, 2020. Disponível em:
https://bit.ly/3eGHiL3. Acesso em: 21 jul. 2021.

TAREFA 4 – Responsabilidade social e ambiental
A responsabilidade social e ambiental é definida como a responsabilidade exercida por uma
empresa ou organização no que tange a sociedade e o meio ambiente além das suas obrigações
legais. Quando compreendemos tal conceito percebemos que a reciclagem e o gerenciamento de

resíduos de serviços de saúde (RSS) estão inseridos nas obrigações com a sociedade e o meio
ambiente. Assim, reciclagem e gerenciamento de RSS são necessários uma vez que estes têm como
objetivo prevenir o risco à saúde e ao meio ambiente, por meio do correto gerenciamento dos
resíduos, reduzindo o volume dos resíduos perigosos e a incidência de acidentes ocupacionais, além
de gerar subsídios para uma política de resíduos de serviços de saúde.
Um dos resíduos mais comuns nos serviços de saúde são as radiografias utilizadas em
diagnósticos na área da saúde e uma maneira de contribuir com o meio ambiente é a reciclagem
destas chapas radiográficas. Sabendo disso e analisando as informações apresentadas nesta
atividade, reflita sobre a importância desta reciclagem e qual a maneira correta desta ser feita.

LEITURA SUGERIDA:
BAMPI, J.; SECHI, M.; GONÇALVES, C. V. Resíduos de filmes radiológicos: vamos pensar sobre isso?
UNIVATES, 2013. Disponível em
https://www.univates.br/tecnicos/media/artigos/artigo_janaina_bampi.pdf. Acesso em jul. 2021.
SILVEIRA, J. H. P. Sustentabilidade e Responsabilidade Social. Vol 3. Belo Horizonte (MG): Poisson,

2017. 255 p. Disponível em http://www.conexaoambiental.pr.gov.br/sites/conexao-
ambiental/arquivos_restritos/files/documento/2018-11/sustentabilidade_vol3.pdf. Acesso em jul.

2021.
SPERANDIO, I.; et al. Recuperação de prata metálica de chapas de raio-x. Blucher Proceedings (1):

vol 4., 2017. Disponível em http://pdf.blucher.com.br.s3-sa-east-
1.amazonaws.com/chemicalengineeringproceedings/vsequfes2016/012.pdf. Acesso em jul. 2021.

TAREFA 5 – Saúde Coletiva
A tomografia computadorizada (TC) passou a apresentar crescente importância no
diagnóstico da Covid-19, principalmente em acometimentos mais graves. Esse tipo de exame passou
a ser utilizado como auxiliar na suspeita e diagnóstico mesmo diante de RT-PCR negativos, porém,
sempre associado a informações como: quadro clínico do paciente; achados radiológicos; e

epidemiologia da região. Ainda, estudos indicam que pacientes inicialmente negativos para o teste
laboratorial com presença de opacidades bilaterais em vidro fosco nas TC de tórax, foram convertidos
em positivos para o teste PCR após alguns dias, demonstrando a alta sensibilidade da TC para os
comprometimentos pulmonares típicos da Covid-19, sobretudo nos momentos iniciais do quadro.
Dessa forma, com base nesse texto, responda:
Qual a importância da epidemiologia, da vigilância epidemiológica e dos estudos epidemiológicos
para a compreensão do diagnóstico e tratamento da Covid-19?

SUGESTÃO DE LEITURA:
LIMA, F. L. O., et. al. Diagnóstico da COVID-19: importância dos testes laboratoriais e dos exames de
imagem. Research, Society and Development. v. 9, n. 9, e 259997162, 2020. Disponível em:
https://bit.ly/3kDLpLH. Acesso em: 21 jul. 2021.

REFERÊNCIAS

ESCUISSATO, Dante Luis. A COVID-19 e os pacientes oncológicos. Radiologia Brasileira 53(4). Jul-set
2020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rb/a/G3ZKkdgQSsCSF8Zdvr4PsWH/
format=pdf&lang=pt. Acesso em 21 jul. 2021.

OPAS, Organização Pan-Americana da Saúde. Uso de exames de imagem de tórax na COVID-19. Guia de
aconselhamento rápido. Disponível em:

https://iris.paho.org/bitstream/handle/10665.2/52316/OPASWBRACOVID-
1920079_por.pdf?sequence=5&isAllowed=y Acesso em 21 jul. 2021.

OPAS, Organização Pan-Americana da Saúde. Histórico da pandemia de COVID-19. Folha informativa sobre
COVID-19. Disponível em: https://www.paho.org/pt/covid19/historico-da-pandemia-covid-19. Acesso em 21
jul. 2021.