Portfólio A importância da ludicidade na Educação Infantil

R$30,00

Assim que o site confirmar o pagamento, será enviado no e-mail cadastrado o link para download do arquivo

Categoria: Tag:

Descrição

Portfólio A importância da ludicidade na Educação Infantil – Semestre: 3°/4° 

Curso: Pedagogia

Disciplinas: • Aprendizagem da Matemática • Fundamentos, Organização e Metodologia da Educação
Infantil e do Ensino Fundamental  •
 Corpo e Movimento  • Educação de Jovens e Adultos  • Ludicidade e Educação  • Práticas Pedagógicas em Pedagogia: Condições de Aprendizagem na Educação Infantil  • Letramentos e Alfabetização


POSSUI UM TOTAL DE 12 PÁGINAS

A Produção Textual Interdisciplinar em Grupo (PTG) terá como temática A
importância da ludicidade na Educação Infantil. Escolhemos essa temática devido à sua
relevância para o desenvolvimento infantil e, consequentemente, para as descobertas
e aprendizagens vivenciadas nesta etapa.
Crianças, jovens e adultos podem ter um envolvimento maior nas atividades
realizadas em sala de aula e uma aprendizagem mais significativa a partir de proposições
lúdicas. Segundo Luckesi (2000, p.52), a ludicidade é um fazer humano mais amplo, que
se relaciona não apenas à presença das brincadeiras ou jogos, mas também a um
sentimento, a atitude do sujeito envolvido na ação, que se refere a um prazer de
celebração em função do envolvimento genuíno com a atividade, a sensação de
plenitude que acompanha aquilo que é significativo e verdadeiro.
Na Educação Infantil, primeira etapa da Educação Básica, a ludicidade torna-se
ainda mais relevante, visto que as interações e a brincadeira são eixos estruturantes das
práticas pedagógicas. De acordo com a Base Nacional Comum Curricular, “[…] A
interação durante o brincar caracteriza o cotidiano da infância, trazendo consigo muitas
aprendizagens e potenciais para o desenvolvimento integral das crianças. Ao observar

as interações e a brincadeira entre as crianças e delas com os adultos, é possível
identificar, por exemplo, a expressão dos afetos, a mediação das frustrações, a
resolução de conflitos e a regulação das emoções” (BRASIL, 2018, p. 33. BRASIL. Base Nacional
Comum Curricular: A Educação é a Base. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2018).
Ao analisar os campos de experiência apresentados na BNCC (BRASIL, 2018), é
possível identificar diferentes formas de explorar a ludicidade. Entre os objetivos de
aprendizagem e desenvolvimento do campo de experiência “O Eu, o outro e o nós”, por
exemplo, identificamos o respeito a regras básicas de convívio social nas interações e
brincadeiras, no campo de experiência “Corpo, gestos e movimentos”, observamos a
experimentação de diferentes possibilidades corporais nas brincadeiras e interações em
ambientes acolhedores e desafiantes, entre outros objetivos de aprendizagem que
evidenciam esse viés com a ludicidade.
O modo como o professor aborda determinada temática, as estratégias que
utiliza ao longo das aulas, a proposição de um jogo, seja ele tradicional ou virtual ou as
relações estabelecidas com os campos de experiência e objetivos de aprendizagem,
estão diretamente ligadas à ludicidade.
A partir do que foi exposto, prossiga para a leitura e interpretação da Situação
Geradora de Aprendizagem.

ORIENTAÇÕES DA PRODUÇÃO TEXTUAL

1. Leitura e interpretação da SGA
Por meio da leitura da SGA e, também, da situação-problema destacada, vocês
devem elaborar uma produção textual que contemple um ou mais conteúdos de sua
área.

SITUAÇÃO GERADORA DE APRENDIZAGEM (SGA)

Luíza é uma professora muito criativa. Ela atua na Educação Infantil há cerca de
dez anos e seu trabalho é reconhecido por seus gestores, colegas de trabalho e também
pelos familiares dos alunos atendidos pela professora. Uma de suas principais
características é a exploração da ludicidade no contexto educacional. A postura que

Luíza assume em sala de aula é uma postura lúdica. As abordagens e estratégias
utilizadas são muito atrativas e divertidas para os alunos e oportunizam um
desenvolvimento adequado para a Educação Infantil.
Fernanda é diretora da instituição que Luíza trabalha e realiza com frequência
reuniões com o corpo docente da escola. Ela sempre destaca a importância da
ludicidade na Educação Infantil e a necessidade de estudar os documentos norteadores
para o trabalho a ser desenvolvido nessa etapa da Educação Básica, visando o êxito
esperado por todos. A diretora também incentiva os professores a compartilharem as
experiências desenvolvidas em sala de aula para que possam aprender uns com os
outros.
A admiração pelo trabalho desenvolvido por Luíza levou a diretora a fazer um
convite para a professora. A diretora pediu para Luíza compartilhar na próxima reunião
com os professores o modo como ela organiza as suas aulas, evidenciando a presença
da ludicidade em sua prática pedagógica. O objetivo seria ajudar outros colegas,
principalmente aqueles que ainda não têm muita experiência, a desenvolverem práticas
lúdicas e atrativas, respaldadas nos documentos norteadores para a Educação Infantil.
Luíza foi para casa pensativa, imaginando como poderia compartilhar sua experiência
com os colegas.

SITUAÇÃO-PROBLEMA (SP)

Para apresentar aos colegas o modo como conduzia as suas aulas, Luíza decidiu
elaborar uma sequência didática voltada a crianças de quatro anos de idade. A ideia
seria evidenciar a proposição de experiências que estivessem de acordo com os
objetivos de aprendizagem e desenvolvimento para a Educação Infantil de acordo com
a BNCC de modo lúdico e atrativo.
Se você estivesse no lugar de Luíza, como organizaria essa sequência didática?
Que tipo de experiências poderiam ser desenvolvidas? Quais ações ou estratégias
poderiam ser utilizadas para evidenciar a ludicidade presente em suas aulas?