Portfólio Consultoria em cultivo de arroz e trigo para produtor rural

R$30,00

Assim que o site confirmar o pagamento, será enviado no e-mail cadastrado o link para download do arquivo

Categoria: Tag:

Descrição

Portfólio Consultoria em cultivo de arroz e trigo para produtor rural – Semestre: 7°

Curso: Agronomia

Disciplinas: • Irrigação e Drenagem; • Máquinas e Mecanização Agrícola; • Controle de Qualidade de Produtos Vegetais e Animais; • Economia e Administração Rural; • Fitotecnia: Arroz, Feijão e Trigo.


POSSUI UM TOTAL DE 24 PÁGINAS

A proposta de Produção Textual Interdisciplinar em Grupo (PTG) terá como temática a
“Consultoria em cultivo de arroz e trigo para produtor rural”. Escolhemos esta temática para possibilitar a aprendizagem interdisciplinar dos conteúdos desenvolvidos nas disciplinas desse semestre.
Na Produção Textual em Grupo (PTG) vocês deverão, num primeiro momento, conhecer a Situação Geradora de Aprendizagem (SGA) “Consultoria em cultivo de arroz e trigo para produtor rural “.
Num segundo momento, vocês deverão se envolver com a Situação Geradora de
Aprendizagem (SGA), inserindo-se nesse contexto para realizar as tarefas previstas. Para realizar essas tarefas, sigam as orientações fornecidas nesse material e em fundamentações teóricas diversas (livros das disciplinas, teleaulas, web aulas e outros materiais complementares, sejam estes indicados pelos professores ou pesquisados por vocês).

Situação Geradora de Aprendizagem (SGA)

Situação-problema:

Consultoria em cultivo de arroz e trigo para produtor rural

Um produtor rural, dono de uma propriedade rural de aproximadamente 250 ha na região
Centro Oeste, próximo da cidade de Rio Verde, em Goiás, decidiu diversificar sua produção, a qual é
majoritariamente utilizada para cultivo de arroz, introduzindo o cultivo de trigo em parte da sua
propriedade. Para isso, ele contratou a empresa de consultoria de vocês para desenvolver o projeto
de ampliação das atividades.
Dentre as atividades que você e sua equipe deverão desenvolver, estão contempladas a
avaliação da viabilidade do cultivo de trigo na região, em comparação com o arroz; a recomendação
de um sistema de irrigação para o cultivo de trigo e o cálculo dos principais parâmetros para seu
dimensionamento; as práticas de mecanização necessárias para o cultivo dessas lavouras (arroz e
trigo), e se existe diferença marcante entre elas; as práticas de manejo dessas lavouras; e a
viabilidade, ou não, de empacotar e/ou transformar o arroz e o trigo produzidos, considerando a
qualidade mínima necessária ao produto final.
Para realizar essas atividades, vocês precisarão trabalhar interdisciplinarmente diversos
conceitos contidos nas disciplinas do semestre. Atentem-se sempre para a importância de um
trabalho integrado e corretamente compatibilizado, científica e tecnologicamente sólido, e que
atenda às necessidades de seus clientes.

Agora, é com vocês!
Partindo da SGA acima, você e sua equipe deverão analisar os conceitos centrais relacionados
ao tema e realizar as tarefas descritas abaixo.

Tarefa 1: Irrigação e Drenagem
Parte 1 – Inicialmente você deve selecionar o tipo de sistema de irrigação para o cultivo de trigo.
Aponte o sistema mais recomendado e descreva suas principais características.
Parte 2 – Agora, você deve prosseguir ao cálculo dos principais parâmetros (cálculo agrícola) de
irrigação para posterior dimensionamento hidráulico do sistema. Para isso, considere as seguintes
condições de solo, clima, planta e irrigação:
• Solo: CC = 35%; PM = 20%; Ds = 1,35 g/cm3
;

• Cultura: trigo;
• Profundidade efetiva do sistema radicular: 35 cm;
• Fator de disponibilidade hídrica: 0,45;
• Irrigação: Aspersão, eficiência de 80%; desprezar precipitação do período.
• Estádio I: plântula e perfilhamento (setembro); Estádio II: alongamento e espigamento
(outubro); e Estádio III: maturação (novembro e primeira quinzena de dezembro).
• Duração dos estádios de desenvolvimento: 30; 30; e 45 dias;
• Kc dos estádios I, II e III: 1,0; 0,8; e 1,2.

Tarefa 2: Máquinas e Mecanização Agrícola
O produtor procurou a sua equipe de consultoria com uma ideia referente a diversificação do
plantio na propriedade. Ele informou que tem a pretensão de utilizar 45 ha da propriedade para
introduzir uma nova cultura, trigo, e que gostaria de preparar o terreno com as máquinas e os
implementos agrícolas que já possui. A propriedade dispõe, para essa atividade, de um trator com
potência nominal de 200 cv, um arado de discos de 5 x 28”, uma grade em Tandem de 28 discos. A
Figura 01 ilustra a máquina e os implementos disponíveis.

O Quadro 02 mostra os valores da eficiência de campo em função de diferentes operações agrícolas:

Com isso em mente, a consultoria deverá fornecer ao proprietário algumas informações para a
verificação da viabilidade do plantio de trigo:
a) Quanto tempo será necessário para fazer a aração* com o trator tracionado a uma velocidade
de 5,5 Km/h. De acordo com o fabricante do arado de discos, um arado de 28” possui 30 cm
de largura de corte.
b) Quanto tempo será necessário para fazer a gradagem* com o trator tracionado a uma
velocidade de 7,5 Km/h e largura de trabalho de 2,6 m. Utilizar dois passes.
c) Verificar quantos dias serão necessários para finalizar a utilização dos implementos,
assumindo uma jornada de trabalho de 8 horas/dias.
d) Estipule o consumo de combustível por hora e o custo do combustível (Diesel) consumido
para realizar a aração e a gradagem.
* Estipular a eficiência de campo de acordo com a operação e a faixa indicada.

Agronomia
Tarefa 3: Controle de Qualidade de Produtos Vegetais e Animais
Os cereais são alimentos de grande importância socioeconômica, o trigo por exemplo é um
dos alimentos mais consumido no mundo. Os alimentos de origem vegetal fornecem nutrientes
importantes para o consumo humano e animal, e devido sua composição são produtos perecíveis e
por isso susceptíveis a contaminações. Além das contaminações microbiológicas, os produtos podem
sofrer contaminações físicas e químicas ao serem transportados e armazenados. Desta forma, os
cuidados pré e pós-colheita são essenciais para garantir a qualidade e a segurança dos alimentos
destinado ao consumo.
A necessidade de garantir a qualidade e a segurança dos alimentos precisa ser uma
preocupação de produtores primários, processadores e distribuidores de alimentos, além dos
próprios consumidores e dos organismos governamentais, pois os casos notificados de toxinfecções
alimentares impactam a saúde pública com consequências significativas e negativas. A segurança dos
produtos agrícolas em nível de produção primária é obtida pela aplicação de práticas e
procedimentos planejados, desde a etapa de seleção de área física para cultivo, até a expedição do
produto agrícola pela fazenda, que permite o controle de perigos imediatos.
Considerando a importância de obter uma boa produtividade agrícola no cultivo do trigo, mas
com garantia da inocuidade dos grãos apresentar na consultoria as seguintes informações:
a) Apresentar e descrever qual a da ação pode ser estabelecida para realizar o controle de

qualidade do trigo cultivado, considerando os processos de pré-colheita, colheita e pós-
colheita. Identificar e citar quais são os perigos que podem interferir na segurança e

inocuidade do trigo.
b) Esclarecer como o trigo deve ser conservado com segurança durante o seu armazenamento
para evitar a contaminação por micotoxinas.

Tarefa 4: Economia e Administração Rural
Considerando o desejo do produtor em diversificar sua produção agrícola e, sabendo que neste caso
o fator de produção “terra” é limitado, o produtor se encontra diante de uma situação conhecida
como Trade-off, onde é preciso escolher entre dois objetivos que não podem ser alcançados ao
mesmo tempo. Isto ocorre quando o produtor não poderá introduzir uma nova cultura sem afetar a
sua atual produção. Nestes casos, a tomada de decisão é estimulada pela análise dos custos e
benefícios de cada escolha.
Com base nesta linha de raciocínio, liste e justifique quatro aspectos econômicos relevantes que
deverão ser considerados nesta análise.

Tarefa 5: Fitotecnia: Arroz, Feijão e Trigo
O agricultor de Rio Verde, Goiás, está buscando consultoria para avaliar se é viável diversificar sua
propriedade com o plantio de trigo, sabidamente uma cultura de inverno, em comparação com o
arroz que ele já cultiva há vários anos. Ele informou que tem a pretensão de utilizar 45,0 ha da
propriedade para cultivar trigo.
Como agrônomo, você sabe que o trigo se destaca pela sua importância para a economia global, por
ser um dos três cereais mais cultivados no mundo, juntamente com o milho e o arroz (TAKEITI, 2015).
Pertence à família das gramíneas, ao gênero Triticum, e as principais espécies de cultivo são Triticum
monococcum, Triticum durum e Triticum aestivum. O vocábulo tri-ticum, que originou a palavra trigo,
significa quebrado, triturado, fazendo referência à atividade que deve ser realizada para separar o
grão da casca que o recobre (LEON; ROSSEL, 2007).
Devido ao melhoramento genético, o trigo possui ampla adaptação edafoclimática, sendo cultivado
desde regiões de clima desértico, em alguns países do Oriente Médio, até regiões com alto índice de
precipitação, como na China e Índia. No Brasil, o trigo está sendo cultivado desde a Região Sul até a
região de cerrados, no Brasil Central (Disponível em:
https://www.conab.gov.br/uploads/arquivos/17_04_25_11_40_00_a_cultura_do_trigo_versao_dig
ital_final.pdf. Acesso em: 19 jul. 2021).

Considerando a ampla adaptação da cultura do trigo, em diferentes condições edafoclimáticas,
destacada anteriormente, você recomenda o cultivo de trigo no município de Rio Verde, Goiás, de forma segura?