Portfólio Contribuições de uma Consultoria de Recursos Humanos em tempos de mudanças

R$30,00

Em até 3x de R$10,00 s/ juros

Assim que o site confirmar o pagamento, será enviado no e-mail cadastrado o link para download do arquivo

Descrição

Portfólio Contribuições de uma Consultoria de Recursos Humanos em tempos de mudanças – Semestre: 3°/4° 

Curso: Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos

Disciplinas: • Saúde e Segurança do Trabalho • Planejamento de Carreira, Cargos e Salários • Negociação e Gestão de Conflitos • Sistemas de Informação Gerencial • Desenvolvimento de Pessoas


POSSUI UM TOTAL DE 16 PÁGINAS

Para atingir os objetivos desta produção textual, você deverá seguir as instruções voltadas à
elaboração do trabalho, disponibilizadas ao longo do semestre, sob a orientação do Tutor a Distância,
considerando as disciplinas norteadoras. A sua participação na consecução da proposta é
fundamental para que haja o pleno desenvolvimento de competências e habilidades requeridas em
sua atuação profissional. Nessa produção textual deverá ser considerado o caso “Contribuições de
uma Consultoria de Recursos Humanos em tempos de mudanças”, apresentado na sequência.
No final deste manual, constam todas as informações necessárias para a construção deste
trabalho. Faça uma leitura na íntegra e observe todos as normas e orientações para que o
desenvolvimento do trabalho seja satisfatório e possa atender todas as solicitações que a atividade
exige. Se houver qualquer dúvida no desenvolvimento deste trabalho, sempre recorra as instruções
aqui presentes, bem como, acione o seu tutor a distância para que ele possa auxiliá-lo da melhor
forma possível.
1. Leitura e interpretação da SGA
• Na Produção Textual Individual (PTI) você deverá, em um primeiro momento, conhecer a
Situação Geradora de Aprendizagem (SGA) – “Contribuições de uma Consultoria de Recursos
Humanos em tempos de mudanças” – para realizar as tarefas propostas.
• Em um segundo momento, você deverá se envolver com a Situação Geradora de
Aprendizagem (SGA), inserindo-se nesse contexto para realizar as tarefas previstas. Para
realizar essas tarefas, siga as orientações fornecidas nesse material e nas fundamentações
teóricas diversas (livros das disciplinas, tele aulas, web aulas e outros materiais
complementares, sejam estes indicados pelos professores ou pesquisados por você).

SITUAÇÃO GERADORA DE APRENDIZAGEM (SGA)

Contribuições de uma Consultoria de Recursos Humanos em tempos de mudanças

A pandemia de coronavírus deve se estender até 2023. A previsão, feita pelo diretor médico de
pesquisa clínica do Instituto Butantan, Ricardo Palácios, não significa que as restrições que o Brasil –
e boa parte do mundo – enfrentam no momento serão mantidas até lá. Haverá uma flexibilização à
medida em que a vacinação avance. “A gente tem que entender que esse vírus veio para ficar. E,
como acontece com a influenza [vírus da gripe], nós vamos ter que aprender a conviver com ele”,
afirmou.
“Nós temos casos de pessoas com influenza grave todos os anos. Pessoas que morrem e temos
vacinação. O que acontece? Colocamos a Influenza em um nível que é manejável para o sistema de
saúde e manejável para a sociedade”, detalhou. *

*Fonte: Adaptado de https://www.poder360.com.br/coronavirus/fim-da-pandemia-deve-ocorrer-
de-2022-a-2023-diz-diretor-de-pesquisas-do-butantan/ Acesso em: 15.JUL.2021.

O ano de 2020 foi desafiador para todos os segmentos, e especialmente para a economia, devido ao
contexto mundial de pandemia, que permanece. Grande parte das empresas precisou se reinventar
pois a Covid-19 trouxe uma mudança radical na forma das organizações trabalharem para
sobreviverem.
Uma das principais soluções adotadas por grande parte dessas organizações foi a flexibilização das
relações de trabalho proporcionada pelo sistema home office. O sistema não é novidade, mas com a
necessidade de manter os funcionários trabalhando fora do espaço físico organizacional,
principalmente para garantir o distanciamento social, surgem também várias questões, tais como:
direitos dos trabalhadores; obrigações das empresas; como se estabelece o acompanhamento e o
desenvolvimento das pessoas em espaços físicos distintos; como se concebem as relações de
negociação e gestão de conflitos mediadas pelo uso das tecnologias, entre outras.
Você faz parte de uma equipe de Consultoria na área de Recursos Humanos, composta por
profissionais de variadas formações e experiências, que tem observado as necessidades das
empresas-clientes se adaptarem a esse novo cenário de mudanças. Sendo assim, toda a equipe se
reuniu e decidiu elaborar um portfólio de projetos a ser divulgado e apresentado às empresas-

clientes, que abarca ações práticas em diversas frentes de processos organizacionais e de gestão,
com o objetivo de assessorar essas empresas na execução de suas atividades e no ajustamento às
novas exigências do contexto atual.
Agora o desafio é com você!
Seu trabalho é produzir este portfólio de projetos da equipe de Consultoria de Recursos Humanos,
considerando os desafios lançados a seguir, referentes aos conteúdos trabalhados nas disciplinas do
semestre, e também aqueles buscados em fontes complementares.
PASSO 1
No início da pandemia do Covid-19, algumas empresas suspenderam as suas atividades na esperança
de que a quarentena fosse algo passageiro. No entanto, foram necessárias algumas adaptações para
que o trabalho fosse retomado minimizando os riscos à saúde dos trabalhadores. O home office foi
uma opção, porém veio acompanhado de uma série de questões relacionadas à legalidade de como
este trabalho tem sido realizado.
Neste contexto, responda as perguntas a seguir:
1) Na ocorrência de um acidente de trabalho, qual a responsabilidade do empregador?
2) Quais os riscos este trabalhador estará exposto realizando home office?
PASSO 2
Em 2019, discutiu-se bastante a indústria 4.0 com o uso intensivo de inteligência artificial,
robotização e “machine learning” com reconfiguração das atividades e o virtual desaparecimento de
algumas profissões. O consumidor está cada vez mais empoderado e há uma valorização crescente
de questões como a sustentabilidade ambiental, a diversidade, o enfrentamento do racismo
estrutural e a conectividade.
Com o início da pandemia do vírus Covid-19, a consequente quarentena e o movimento abrupto dos
trabalhadores para o trabalho em casa, alguns destes processos foram acelerados e outros revistos.
Muitas empresas já revelaram a disposição de redesenhar a organização do trabalho, criando espaços

híbridos, mantendo a abertura para horários flexíveis e trabalho em casa com plataformas
colaborativas. Certamente, as atividades e profissões terão vínculos mais fluidos com as empresas,
com contratos por projetos e freelances, e esse movimento exigirá uma abordagem diferente pelas
áreas de recursos humanos e de saúde ocupacional.

O futuro do trabalho em tempos de COVID-19. Fonte: http://rhpravoce.com.br/colunistas/o-futuro-
do-trabalho-em-tempos-de-covid-19/?cli_action=1626441714.084 Acesso em: 16/07/2021.

O desafio proposto para você consiste na elaboração de uma proposta de Plano de Carreira para os
gestores das empresas-clientes, diante desse cenário da pandemia do coronavírus, do trabalho

home-office, prepará-los para uma futura implantação do Plano de Carreira. Porém, a empresa-
cliente ainda não tem pleno conhecimento do que consiste um Plano de Carreira e tampouco, quais

são os modelos de carreira, e qual seria o mais indicado a ser adotado pela empresa.
Sendo assim, seu desafio no Passo 2 está dividido em duas partes:
1a) Apresentar uma definição sobre o Plano de Carreira e as vantagens da implementação na
empresa;
2a) Escolher 3 (três), dentre os vários modelos (tipos) de Carreira existentes, conceituá-los e
apresentar as vantagens específicas de cada um dos que foram escolhidos.
Abaixo apresentamos uma lista com modelos (tipos) de carreira:
• Linha hierárquica.
• Linha em Y.
• Linha de especialização.
• Linha de polivalência.
• Linha generalista.
• Linha mista.

Você pode utilizar essas referências para consolidar as respostas:
-HENRIQUE, R. O. Administração de Cargos, Salários e Benefícios, 2017 (disponível biblioteca digital).
-Plano de Carreira – o que e como criar.

Fonte: https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/plano-de-carreira-o-que-e-e-como-
criar,66d839f5192ed510VgnVCM1000004c00210aRCRD Acesso em 16/07/2021.

PASSO 3
1) A situação geradora de aprendizagem (SGA) apresentada elucida que, de modo geral, as empresas
têm passado por momentos de conflitos internos e muitas delas precisam (precisaram) fazer cortes
de despesas; tal medida também implica na elevação das taxas de rotatividade. Enquanto
consultor(a), você conhece esse problema e deve apresentar em seu portfólio uma proposta para
melhorar o ambiente e o clima organizacional das empresas-clientes, por meio de ações que
conscientizem os executivos e gestores acerca da necessidade de estarem atentos ao fato de que o
primeiro custo gerado com a alta taxa de rotatividade é o custo de perda de talentos e que esse
ocasiona outros impactos prejudiciais ao negócio.
2) Com o passar do tempo, as novas gerações assumem uma postura diferente do passado. A
preocupação com a sustentabilidade (economia dos recursos naturais) e a possibilidade de emitir
opinião — seja porque muitos países se tornaram mais democráticos, seja porque as tecnologias de
comunicação, principalmente a Internet, possibilitam que tais opiniões, apelos, reclamações ganhem
audiência e força — têm mudado comportamentos, éticas e valores. As tecnologias de comunicação,
principalmente a Internet e as redes sociais, possibilitam que as pessoas tenham muito mais acesso
às informações do que num passado recente. Porém, essa democratização da informação também
traz malefícios, como as fake news (notícias falsas). Estas são notícias divulgadas — por maldade ou
não — sem nenhum critério ou pesquisa sobre sua veracidade. Elas são “consumidas” e divulgadas
por pessoas que acreditam ou querem acreditar que são verdadeiras, simplesmente porque lhes
interessa. Considerando que grande parte de comunicação pessoal e profissional acontece por meio
de recursos tecnológicos (smartphones e computadores, por exemplo) e que as pessoas se sentem

mais “encorajadas” a falarem o que bem entenderem, seu papel aqui, enquanto consultor(a), é
apresentar estratégias para minimizar a ocorrência de conflitos interpessoais no ambiente de
trabalho, considerando o contexto estabelecido.
3) Para evitar ou reduzir os impactos causados por conflitos disfuncionais é importante que os
gestores criem um bom ambiente organizacional. Para buscar esse bom ambiente e a produtividade
desejada, algumas práticas podem ser adotadas e, enquanto consultor(a) organizacional, você deve
apresentar em seu portfólio algumas dessas práticas.
PASSO 4
De maneira geral, sabemos que as organizações estão envoltas por um ambiente complexo e
permeado por mudanças constantes e que o dinamismo e adaptabilidade, bem como potencial
inovador são condições determinantes para a sobrevivência no mercado. O contexto da pandemia
vivenciado atualmente acelerou ainda mais tais transformações e, se já estávamos na era da
Tecnologia e da Informação, o uso de ferramentas e tecnologias se mostraram ainda mais
necessários!
Pensando, justamente, em um contexto de modernização, otimização e potencialização de processos
e práticas, das mais simples às mais complexas, não tem como não falarmos no uso de tecnologias
como facilitadoras, não é mesmo? E no âmbito do campo de Recursos Humanos não é diferente!
Considerando a própria relevância da área para o desenvolvimento organizacional e, a partir da visão
sistêmica e holística, percebendo suas implicações em importantes decisões no que tange à
operacionalização das diferentes formas de trabalho e mudanças impostas pelo contexto do
coronavírus, você na posição de consultor(a) precisará, nesta etapa, pensar em como utilizar de
sistemas de informação de forma a potencializar os resultados do setor, propondo possíveis
melhorias à organização.
Neste sentido, responda (para suas respostas, é importante explorar outras fontes de conteúdo, além
dos abordados na disciplina):

1) Qual a importância e as implicações do uso de tecnologias e sistemas de informação para a
otimização das rotinas, processos e práticas inerentes à área de Recursos Humanos? (Explique tais
implicações e relevância a partir do dia a dia da área e suas operações: Gestão de documentos;
Automatização de processos; a própria operacionalização do home office; comunicação entre
organização e funcionários; acesso à informação e transparência etc.).
2) Como seria a implementação de um e-RH ou RH Digital? (Sua resposta deve explicar no que
consiste tal conceito, suas vantagens para a empresa, e elencar quais seriam as atividades ou ações
a serem implementadas pela empresa a fim de aplicá-lo – pensando em convencer a empresa a
acatar a sua proposta enquanto consultor).
PASSO 5
Há um campo específico de estudos e ações organizacionais que se focaliza justamente no processo
de mudanças de uma organização: é o Desenvolvimento Organizacional (DO), que está intimamente
relacionado ao desenvolvimento das pessoas.
De acordo com o autor Juliano (2018), o DO consiste na aplicação sistemática de conhecimentos e
habilidades que visa reavaliar a estrutura organizacional no que se refere a pessoas, funções e

sistemas, procurando ajustá-la às novas demandas do contexto socioprofissional, elevando o bem-
estar dos trabalhadores e a eficácia de suas ações dentro do ambiente de trabalho. Trata-se,

portanto, de um processo sistêmico para promover mudanças, pois irá impactar toda a vivência no
contexto de cada empresa.
Pensando nisso, é importante compreender o conceito de mudança organizacional. Consiste, de
modo geral, na transformação, prevista ou improvisada, que se dá nos processos, métodos e formas
de trabalho de uma organização, influenciando sua eficiência no sentido de se adaptar às novas
necessidades do mercado, para então garantir sua sobrevivência (JULIANO, 2018).
Você, enquanto consultor(a) da área de RH, sabe que os líderes das equipes dentro das empresas
devem ser agentes de mudança, isto é, eles devem estar preparados para auxiliar seus liderados a

viverem a experiência da mudança, de modo que seu impacto seja o mais positivo possível, tanto
para a empresa quanto para as pessoas.
Assim, é esperado que os líderes saibam ouvir seus liderados quando as resistências aparecem,
provendo-os de informações lógicas e transparentes sobre as necessidades da mudança, além de
reconhecer seus esforços quando se comprometem com a proposta da mudança e, ainda, incentivar
a equipe a colocar em prática os novos aprendizados, dar sugestões para aperfeiçoá-los, visando
ganhar mais confiança e produtividade.
Diante desse argumento, você deverá apresentar no portfólio da consultoria de Recursos Humanos,
uma proposta de um programa de treinamento e desenvolvimento (T&D) para a liderança das
empresas-clientes, com o objetivo de prepará-la satisfatoriamente para as mudanças da atualidade,
inclusive aquelas que estamos enfrentando nesse cenário de pandemia, e para que cada líder seja
agente transformador(a) frente às suas equipes.
Para compor essa proposta, você deverá descrever:
– O modo como será feito o levantamento das principais necessidades de treinamento e
desenvolvimento da liderança na empresa-cliente.
– O planejamento do programa de T&D: 1) apresentar dois ou três temas que poderão ser ensinados
durante o programa de T&D e que se referem às competências que devem ser desenvolvidas nos
participantes; 2) descrever o objetivo a ser alcançado para cada tema proposto; 3) detalhar como o
programa de T&D irá acontecer (sua metodologia): quais os procedimentos serão usados para
transmitir as informações de cada tema e ensinar os conteúdos e habilidades, isto é, quais métodos
e técnicas de ensino; 4) preparar um cronograma de execução do programa de T&D: locais onde
poderá ocorrer, quando poderá ocorrer, qual será a duração do desenvolvimento de cada tema, qual
será a carga-horária total do programa; 5) citar os recursos (materiais, didáticos, tecnológicos, etc.)
que serão necessários para a realização do programa de T&D.

– O nível de avaliação que será aplicado no programa de T&D para medir os resultados e a
aprendizagem dos participantes, explicando o conceito do nível escolhido.
REFERÊNCIAS:
ARMELIN, D. A.; SILVA, S. C. P. da.; COLUCCI, C. Sistemas de informação gerencial. Londrina: Editora
e Distribuidora Educacional S.A., 2016.
CHIAVENATO, Idalberto. Treinamento e desenvolvimento de recursos humanos: como incrementar
talentos na empresa. 8a Ed. Barueri, SP: Manole, 2016. [MINHA BIBLIOTECA]
COSTA, Júlio Cesar da. Negociação e gestão de conflitos. Londrina: Editora e Distribuidora
Educacional S.A., 2018. 208 p.
CRUZ, T. Sistemas de informações gerenciais: tecnologias da informação e as organizações do século
XXI & Introdução ao BPM & BPMS Introdução ao CMM-I. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2014.
DUTRA, Joel Souza. Administração de carreiras – uma proposta para repensar a gestão de pessoas.
São Paulo: Atlas, 1996.
GRAMIGNA, Maria Rita. Modelo de competências e gestão dos talentos. 2a Ed. São Paulo: Pearson
Prentice Hall, 2007. [BIBLIOTECA VIRTUAL]
HENRIQUE, R. O. Administração de Cargos, Salários e Benefícios, 2017 (disponível biblioteca digital).
JULIANO, Márcio de Cassio. Desenvolvimento de pessoas. Londrina: Editora e Distribuidora
Educacional S.A., 2018.
Organização Internacional do Trabalho. As normas da OIT e a COVID-19 (coronavírus). 23 de março

de 2020 – Versão 1.2. Disponível em https://www.ilo.org/wcmsp5/groups/public/—americas/—ro-
lima/—ilo-brasilia/documents/publication/wcms_745248.pdf Acesso em: 17 jul.2021

Organização Internacional do Trabalho. Teletrabalho durante e após a pandemia da COVID-19 Guia

prático. Disponível em: https://www.ilo.org/wcmsp5/groups/public/—europe/—ro-geneva/—ilo-
lisbon/documents/publication/wcms_771262.pdf Acesso em: 17 jul.2021

RUGGIERO, A. Pirró; GODOY, A. S. A influência da Tecnologia da Informação no Trabalho Gerencial:
um estudo com gestores de recursos humanos. Revista Eletrônica de Administração, v. 12, n. 1,
2006. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/read/article/view/40376 Acesso em 17 jul. 2021.