Portfólio Uma gestão participativa em ambientes digitais

R$30,00

Assim que o site confirmar o pagamento, será enviado no e-mail cadastrado o link para download do arquivo

Categoria: Tag:

Descrição

Portfólio Uma gestão participativa em ambientes digitais – Semestre: 7°/8°

Curso: Pedagogia

Disciplinas: • Adolescência e Juventude no século XXI • Gestão do Projeto Educativo • Gestão Educacional • Relações Interpessoais e administração de Conflitos


POSSUI UM TOTAL DE 10 PÁGINAS

A proposta de Produção Textual Interdisciplinar em Grupo (PTG) abordará o
ambiente escolar e sua relação com diferentes mídias. Sendo assim, o tema do trabalho
será: Uma gestão participativa em ambientes digitais. Escolhemos este tema para
possibilitar a aprendizagem interdisciplinar dos conteúdos desenvolvidos nas disciplinas
desse semestre e, também, para consolidar a prática como um ambiente de reflexão.
É importante que a comunidade e os profissionais da escola analisem os índices
quantitativos e qualitativos alcançados pelos envolvidos no processo educativo, por
meio de sua participação em diferentes reflexões sobre os resultados das ações.
Também é relevante incentivar o estabelecimento de propostas que busquem a
superação de defasagens, envolvendo o ensinar e o aprender, assim como, o
favorecimento de um clima organizacional que valorize a minimização de conflitos, o
empoderamento e a autonomia, elementos essenciais ao desenvolvimento de
habilidades e ressignificação de competências.
Enfim, a escola é um espaço permeado por conflitos que demandam
conhecimento e planejamento por parte da equipe gestora, nesse sentido ações de
cunho pedagógico devem articular-se a perspectiva de uma educação de qualidade. A
partir dessa percepção, a escola configura-se como espaço de aprendizagem,
socialização e formação humana.

ORIENTAÇÕES DA PRODUÇÃO TEXTUAL

1. Leitura e interpretação da SGA
Por meio da leitura da SGA e, também, da situação-problema destacada, vocês
devem elaborar uma produção textual que contemple um ou mais conteúdos de sua
área.

SITUAÇÃO GERADORA DE APRENDIZAGEM (SGA)

A escola estadual “Mario Quintana” passou por uma reorganização em sua
gestão. A partir da nomeação da diretora Lúcia no ano anterior, foi observada a
necessidade de implementar, de fato, uma gestão democrática. Nesse sentido, a
diretora e a pedagoga Valéria mobilizaram toda a comunidade escolar para atender o
que está preconizado nos artigos 14 e 15 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação
Nacional (LDB/1996), que afirmam a relevância dos profissionais e da comunidade
fazerem parte das tomadas de decisão e construção de planos e metas para a escola.
Para isso, reuniões com professores, funcionários, alunos, pais e comunidade foram
realizadas, derivando um envolvimento de todos os segmentos para a organização das
frentes de trabalho, tais como: conselho escolar, conselho de representante de classe,
associação de pais, mestres e funcionário e grêmio estudantil.
O trabalho colaborativo e compartilhado não foi nada fácil, visto os inúmeros
conflitos encontrados nas relações entre os envolvidos. Por essa questão, Lúcia e Valéria
tiveram que assumir um papel de liderança que não impunha as decisões de forma
autoritária, mas que encaminha o grupo para reflexões fundamentais, considerando o
lugar de fala de cada segmento e negociando os interesses, visando assim benefícios
para todos. É nesse caminho que o trabalho está sendo desenvolvido, as eleições das
frentes foram realizadas e todos os segmentos possuem representatividade na gestão
da escola. Os resultados começaram aparecer e foi observada a necessidade de
divulgação das ações. Por essa razão, a diretora marcou uma reunião com os
representantes dos diversos conselhos e segmentos para pensarem juntos em formas
de divulgação dos projetos e resultados da escola.

SITUAÇÃO-PROBLEMA (SP)

Na reunião realizada, estavam presentes representantes dos diversos segmentos
que compõem a comunidade escolar, a pedagoga Valéria iniciou a conversa ressaltando
a relevância do trabalho colaborativo que está sendo desenvolvido por todos. Em
seguida, a diretora Lúcia apresentou um balanço de tudo que está sendo feito e os
resultados obtidos. Nesse momento, ela relatou que esses dados não devem ser
disponibilizados apenas para os representantes, mas para toda comunidade e por isso
ela gostaria de escutar o grupo sobre maneiras para divulgá-los.
Nesse instante Fernando, pai de três alunos da escola e membro do conselho escolar,
teve uma ideia e compartilhou com o grupo:
– E se utilizássemos as mídias digitais para favorecer essa divulgação? O que
acham de organizarmos um jornal digital que apresente o dia-a-dia da escola,
transparência nas ações e nos projetos desenvolvidos, envolvendo o financeiro, o
administrativo e o pedagógico? Podemos também abrir um espaço para que toda
comunidade envie sugestões e críticas construtivas, visando o aperfeiçoamento do
trabalho desenvolvido.
Todos adoraram a sugestão, deste modo, foi votada a implementação do jornal
digital e a direção se comprometeu com a construção da proposta do mesmo para ser
apresentada na próxima reunião
Acadêmicos, agora é com vocês!!!
Coloquem-se no papel da diretora Lúcia e a pedagoga Valéria e elaborem uma
proposta de jornal digital. Lembrem-se de valorizar temáticas que auxiliem na
transparência de todo o trabalho desenvolvido, a utilização adequada das mídias
digitais, beneficiando o diálogo entre gestão e comunidade.

ORIENTAÇÕES PARA A EXECUÇÃO DO TRABALHO

Tendo como base essas considerações, o grupo deve organizar a produção
textual, observando os seguintes itens:

1°) Realizem a leitura dos textos sugeridos abaixo. Além dessas sugestões, vocês
poderão utilizar para a elaboração da produção textual, os demais materiais
disponibilizados pelas disciplinas do semestre:
Texto 1: LIBÂNEO, José Carlos. O sistema de organização e gestão da escola. In:
LIBÂNEO, José Carlos. Organização e Gestão da Escola – teoria e prática. 4a ed. Goiânia:
Alternativa, 2001. Disponível em:
http://www.faal.com.br/arquivos/complm/Semana2Texto4.pdf Acesso em: 29. jun.
2021.
Texto 2: MARTINS, Angela Maria; MACHADO, Cristiane. Mediação de conflitos
em escola: entre normas e percepções docentes. Cadernos de Pesquisa. 2016, vol.46,
n.161, pp.566-592. ISSN 1980-5314. Disponível em:
https://doi.org/10.1590/198053143798 Acesso em: 29. jun. 2021.
Texto 3: VEIGA, Ilma Passos Alencastro. A escola em debate Gestão, projeto
político-pedagógico e avaliação. Revista Retratos da Escola. v. 07, n. 12. p. 159-166.
Brasília. 2013. Disponível em:
http://retratosdaescola.emnuvens.com.br/rde/article/view/270/446 Acesso em: 29.
jun. 2021.
Texto 4: OLIVEIRA, Elaine de Abel; MEYER, Patrícia. Jornal eletrônico escolar:
uma nova abordagem de produção de conhecimento. Congresso Nacional de Educação.
São Carlos. 2008. Disponível em:
https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2008/639_717.pdf Acesso em: 29. jun. 2021.

2°) Elaborem a Introdução da produção textual. Neste tópico o grupo
deverá redigir, com até uma página, uma apresentação sobre o que será abordado no
trabalho, expor os objetivos e a importância de sua realização.

3°) Para o Desenvolvimento do trabalho, o grupo deve elaborar as duas
atividades indicadas a seguir:
a) Construam um texto composto de três a quatro páginas com o seguinte tema “O
papel da gestão participativa e as mídias como ferramenta de auxílio no

processo de divulgação”. Para essa elaboração utilizem as leituras do item
anterior.
b) Escrevam um projeto para a implementação do jornal digital, conforme
apresentado na situação-problema. Para essa construção apresentem os
seguintes itens:

4°) Para finalizar, o grupo deverá elaborar as Considerações finais, em até uma
página para apresentar a conclusão do trabalho, sintetizando os elementos discutidos
no seu texto. Importante manifestar opiniões dos integrantes do grupo, sobre o assunto
trabalhado, fundamentado nas referências bibliográficas. Apresentem também as
contribuições que o trabalho trouxe para o aprendizado de todos.
5°) Referências: não se esqueçam de listar todos os autores e materiais que
foram utilizados durante o desenvolvimento do trabalho.